quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Eu não disse?

Eu sou apolítica e apartidária, aliás, pensar em partidos, especialmente nos partidos portugueses que são de tão fraca qualidade e com os quais eu discordo em quase tudo, causa-me arrepios e alguma urticária. No entanto, não sou cega e já pensei e disse várias vezes que Pedro Passos Coelho é um homem sexy--eu ia chamar-lhe um "gajo bom", mas não quero que me processem por falta de respeito, logo fico-me pelo politicamente correcto de "homem sexy".

Depois de PPC ser eleito Primeiro Ministro de Portugal, uma das coisas que me dava mais gozo era vê-lo com os outros líderes europeus, que eu acho que são muito feios, coitados. Então ver que Portugal era representado por um homem sexy e a Alemanha era representada por uma mulher não-sexy fazia as minhas delícias. Nem os franceses tinham alguém tão sexy quanto Portugal! Portugal na bancarrota financeira; o resto da UE na bancarrota estética. A única falha que aponto a PPC é a sua presença física ser um pouco fraca. Ele devia mover-se com mais agilidade e auto-confiança.

Quando eu dizia aos meus amigos e conhecidos que PPC era um homem muito bonito, as pessoas olhavam-me de esguelha, como se eu precisasse de óculos--um dia destes até devo precisar, mas por enquanto não. Depois, quando o mundo se apaixonou pelo Varouzinho, eu pensei que quem precisava de óculos não era eu. Eu até acho que o Tsipras é um homem muito mais charmoso do que o Varouzinho alguma vez foi.

Bem, esta dissertação toda para vos dizer que não estou sozinha na minha asserção: um inquérito nos EUA concluiu que Pedro Passos Coelho é o sétimo líder mundial mais sexy.

Eu adoro a América, posso sempre contar com ela. "America, the beautiful, indeed!"

1 comentário:

Não são permitidos comentários anónimos.