sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Que se lixem as latitudes

Quando vejo as nossas Joanas d’ Arc de peito feito a enfrentar a União Europeia, lembro-me sempre de duas cenas do Conde d’ Abranhos do Eça. Numa, Alípio de Abranhos diz que vai arrasar a Inglaterra num artigo de jornal por causa do ultimato. Noutra, já ministro da marinha, fala no parlamento como se Moçambique pertencesse à costa ocidental. Alguém o corrige: “Moçambique é na costa oriental”. Abranhos replica:Que fique na costa ocidental ou na costa oriental, nada tira a que seja verdadeira a doutrina que estabeleço. Os regulamentos não mudam com as latitudes!”

11 comentários:

  1. Bem lembrada, a Inglaterra. País onde abundam as Joanas d'Arc de peito feito a enfrentar a União Europeia que o fortalecem.

    ResponderEliminar
  2. Latitude essa que é definida e medida em relação à própria Inglaterra... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah ainda bem que cá vim hoje! Isto está tão bom! Foram-se uns Alípios mas vieram novos não é?


      Eliminar
    2. Acho que vai pr'aí uma certa confusão entre Latitude e Longitude.

      Eliminar
    3. Tem razão, Rui, é isso mesmo, andam por aí uns novos Alípios

      Eliminar
  3. Moro uns poucos de metros atrás da marca do meridiano. Além disso, trabalho numa organização que se bateu por manter o meridiano no seu sítio ;)

    http://www.telegraph.co.uk/news/science/science-news/9013028/British-scientists-preparing-to-fight-to-keep-mean-time-at-Greenwich.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Moro uns poucos de metros atrás da marca do meridiano."

      E porque não à frente?

      Eliminar

Não são permitidos comentários anónimos.