segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

As coisas são o que são

O desemprego voltou a descer. Seja da sazonalidade, seja da limpeza de cadernos no centro de emprego, ou seja do emprego de menos de 10 horas semanais. Aqueles que negam que o desemprego está a cair e que atribuem a descida a truques estatísticos fazem-me lembrar aqueles que nos Estados Unidos, ainda há 2 anos, negavam que a inflação estivesse estável. Também esses acusavam o governo de truques estatísticos para esconder a subida da inflação.

A verdade é mais simples. O crescimento do PIB e das exportações e a queda do desemprego e das taxas de juro são boas notícias para Portugal, que bem necessitado delas anda.

Cabe à oposição demonstrar que estas boas notícias acontecem apesar do governo e cabe aos apoiantes do governo demonstrar que acontecem graças ao governo.

Argumentos há para todos os gostos, já os factos são factos.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.