sexta-feira, 2 de junho de 2017

We'll always have Paris...

Ontem, o Presidente Trump decidiu retirar os EUA do Acordo do Clima de Paris, mas isto não terá grandes repercussões negativas para o esforço de adaptação à Mudança Climática. A maior parte das empresas americanas já está ciente de que tem de se precaver e os estados americanos também têm essa mesma visão. À medida que Trump perde popularidade, as posições ideológicas a que ele se opõe tornar-se-ão mais populares e mais pessoas serão pró-ambiente, só porque são anti-Trump.

A longo prazo, nos EUA, o esforço de adaptação irá ser liderado pelos estados (e cidades) e não pelo governo federal americano, em especial pela Califórnia. A Califórnia já é o estado líder em termos de política ambiental -- é o laboratório experimental dos EUA -- e é também um dos estados em que há maior inovação. Os estados que levarão isto mais a sério são os do litoral. Se toda a inovação vier destes estados, é lá que se concentrará o crescimento económico, o que acelerará o êxodo populacional do Midwest e o seu empobrecimento.

Os estados ricos e os pobres afastar-se-ão cada vez mais um dos outros, em termos económicos, porque a política fiscal federal não será usada para aproximar os estados. Os EUA com Trump têm uma moeda comum, mas deixaram de ter uma política fiscal comum. Os europeus reconhecerão isto, pois este é o mesmo processo que foi desencadeado na União Europeia com a introdução do euro. E, se os europeus conseguem trabalhar assim, os americanos também conseguem.

8 comentários:

  1. Contém meia-verdade e a outra metade foi escrita pela Sandra Maximiano no Expresso há poucos dias. Só que o LA-C tornou-se forreta e passou a pagar-lhe mal, daí não dizer nada aqui. lol lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, não li a crónica da Sandra, mas folgo em saber que o Isidro anda mesmo obcecado em humilhar-me. Acho que já tem idade para ter mais juízo.

      Eliminar
    2. "folgo em saber que o Isidro anda mesmo obcecado em humilhar-me. Acho que já tem idade para ter mais juízo"

      - Se se sente humilhada, foi humilhada e isso é algo que está a fazer a si mesma, Rita, não a mim, porque não sou pressionável.

      Eliminar
    3. Não me sinto humilhada; sinto-me perseguida. Perseguida vem do verbo perseguir:

      per·se·guir |guí| - Conjugar
      (latim vulgar *persequo, -ere, do latim persequor, -qui, seguir sem cessar, seguir até atingir, percorrer, reclamar, reivindicar)
      verbo transitivo
      1. Ir no encalço de (ex.: perseguir a presa).
      2. Seguir ou procurar alguém por toda a parte com frequência, insistência e falta de oportunidade. = ACOSSAR, IMPORTUNAR
      3. Procurar fazer mal a alguém; tratar com violência ou agressividade. = ATORMENTAR, FUSTIGAR, MOLESTAR
      4. Procurar ou incomodar com insistência. = FATIGAR, IMPORTUNAR
      5. Agir ou lutar para conseguir algo (ex.: perseguir um objectivo).

      "perseguida", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/perseguida [consultado em 05-06-2017].

      Eliminar
    4. Um agente racional, e cognitivista, perguntar-lhe-ia: "Sente-se perseguida para quê?", o que poderia ser um pouco bruto em relação a uma desconhecida.

      Por isso, e porque fiquei com uma lágrima no canto do olho, fui abrir um livro que herdei sobre outra área - pesquisando "persegu" numa edição digital do dicionário de Elisabeth Roudinesco e Michel Plon (888 páginas e nada cognitivista), encontrei uma referência a perseguições por cada 13 páginas, em média, cobrindo um vasto leque, ora verdadeiro ou imaginário. Só para alertar, nada mais, e sem destino certo.

      Trump é que a persegue. Não há por aí, na América, ninguém que seja capaz de reunir grupos de jovens que processem o governo americano por pôr em perigo o futuro do planeta que, previsivelmente, eles e elas habitarão durante mais anos que as gerações anteriores?

      Sugestão:

      Caso tenha acesso a alguém que passe na aldeia de Halfeti, na Turquia, peça-lhe fotografias actuais da rosa negra, porque é o único sítio do Mundo em que existe na Natureza. E, se conseguir, publique o resultado - é quase preta numa estação e matizada de branco e vermelho na outra.

      Eliminar
    5. Sugestão: deixe de ser idiota e de insultar as outras pessoas para tentar atingir-me. Você não é melhor do que o Trump.

      Eliminar
    6. lol lol lol

      Fique com a bicicleta!

      Eliminar
    7. PS: "aldeia de Halfeti, na Turquia, peça-lhe fotografias actuais da rosa negra, porque é o único sítio do Mundo em que existe na Natureza"

      - A referida Rosa Negra não existe. As minhas desculpas por este erro.

      Eliminar

Não são permitidos comentários anónimos.