terça-feira, 17 de julho de 2018

Três bêbados

Para algumas pessoas, a única razão pela qual alguém perde o equilíbrio é por estar bêbado. Aliás a lógica é mesmo o Juncker bebe muito, logo perdeu o equilíbrio porque bebeu. Só que correlação não é causalidade e é preciso um bocadinho mais do que ver a pessoa a cambalear e saber que ela bebe para concluir que cambaleou porque bebeu.

Por exemplo, eu bebo o ocasional copo de vinho, talvez uns três por semana e também cambaleio. Será que cambaleio porque bebo três copos de vinho seguidos? Não, cambaleio de vez em quando porque tenho a tensão arterial baixa; é raro beber três copos de vinho seguidos.

Pior, pior, é o meu cão. Há uns anos quando nos mudámos para uma casa que tinha escadas, perdeu o equilíbrio e veio aos trambolhões pelas escadas abaixo. Calhou ter descido as escadas a correr, o que ele não sabia fazer porque nunca tinha vivido numa casa com escadas -- andava entusiasmado a tentar que o irmão o perseguisse e subia e descia escadas para lhe escapar. Mas, claro, já sei que haverá algumas almas que pensam que o meu cão é um grande bêbado: tem uma mãe que bebe, logo também deve beber...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.