sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Dar à costa

Ontem, num comentário no Facebook, escrevi a pretexto das próximas eleições que era seguro que eu não votaria no PSD/CDS.
Depois dei-me conta de que voltei a usar o adjectivo 'seguro' sem qualquer segundo sentido, não havendo perigo de pensarem que era um trocadilho com o substantivo próprio.
É o regresso à normalidade das palavras.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.