sábado, 9 de março de 2013

New Orleans pela manhã



Passei a manhã a passear pelas margens do Mississippi. Não é o Tejo, nem o Douro, nem, muito menos, o Mondego. Mas foi por este rio que o escravo Jim e o seu amigo Huck Finn fugiram. Durante o dia, ou pelo menos durante a manhã, Nova Orleães é uma cidade triste. Mas, quem sabe, pode ser que à noite me cruze com Louis Armstrong.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.