quarta-feira, 22 de agosto de 2018

E pronto...

Já podemos suspirar de alívio porque não temos de viver em suspense para toda a eternidade, como se faz em Portugal com o caso de José Sócrates. O julgamento de Paul Manafort, que trabalhou para Donald Trump, terminou e ele foi considerado culpado de fraude em oito casos. É esperado que apele o veredicto.

Hoje, também, Michael Cohen, o antigo amigo/advogado de Donald Trump, incriminou o Presidente para além de entrar o veredicto de culpado na violação da lei de financiamento de campanhas eleitorais.

Tudo como dantes em Abrantes: a Justiça americana segue o seu caminho e recomenda-se...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.