terça-feira, 27 de outubro de 2015

Costa nem nu convenceria!

O PS e António Costa disseram-nos há cinco dias atrás que iam chumbar o governo. Hoje Costa disse-nos o seguinte no Facebook:
Achei a ideia de "continuidade sem evolução" muito curiosa porque um governo que está chumbado à partida não oferece continuidade nenhuma. Isto é mais um exemplo que demonstra que o dicionário que o PS usa é um bocado estrambólico e palavras como "estável", "duradouro", "credível", "continuidade", etc., não têm os mesmos significados que noutros dicionários que nós consultamos.

Parece que Costa quer fazer-nos crer que vai chumbar o governo porque não gosta da sua formação. O que é que esta formação tem a ver com o chumbo? Já não anunciaram que estava chumbado antes? Isto é um bocado como as referências circulares de Microsoft Excel: um completo desprezo pela sequência temporal dos eventos que é necessária para haver causalidade.

Há aqui um problema muito grande com a lógica de António Costa. Se Costa afirma que chumba o governo antes de este ser anunciado, é óbvio que o governo não tem futuro. E se um governo não-anunciado é declarado sem futuro, então o seu futuro não tem nada a ver com a sua formação, dado que António Costa já tinha decidido que não tinha futuro antes de qualquer formação ser apresentada.

O chumbo deste governo é completamente independente da sua formação. Quando se fala em independência de eventos, é isto. A única inferência que Costa pode fazer é que Pedro Passos Coelho ouve o que diz a Oposição e pensa que, se é para o governo ser chumbado, para quê estar a investir muito tempo a arranjar novas pessoas com currículos invejáveis? Seria sub-óptimo fazê-lo.

Ou António Costa não entende princípios básicos de lógica, ou pensa que nós somos estúpidos. Já sabem, então, um problema que eu tenho com António Costa: se é para me fazer passar por estúpida, é preciso muito mais do que isto.

E, depois, há um problema ainda mais grave: às vezes, algumas mulheres tiram a roupa para ver se convencem a malta mais facilmente. Eu ando a fazer campanha para os homens fazerem o mesmo. Mas, infelizmente, parece-me que António Costa é incapaz de me convencer com ou sem roupa.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.