sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Mário Soares dixit

Soares disse ainda que via no PS "tipos que queriam por força ir para o governo", como, aponta, Almeida Santos, o derrotado das legislativas de 1985: "Queriam tirar o despique daquela desgraça."
[...]
"Fui colocado diante de uma hipotética coligação que sempre considerei contranatura, puramente artificial, e, por isso mesmo, repetidamente avisei que jamais favoreceria um acordo político desse tipo, que, na minha opinião, seria nefasto para o País." Constâncio chegou a avisá-lo: "Ó Mário Soares, você vai ter de mudar de opinião, porque o partido todo está a fazer contas." Soares contou que lhe respondeu: "Já não é a primeira vez [que estou contra o partido]."
Fonte: Sábado, 16/10/2015

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.