terça-feira, 30 de agosto de 2016

Floricultura 37



Crescem muito amarelinhas por entre as pedras do macadame, mas os da Câmara andam sempre a arrancá-las.
É uma sanha contra o verde, que tristeza. E uma mania de ter o macadame limpinho, que disparate. Eu percebo que é preciso dar trabalho às massas, mas que diabo. Pronto, cá vai. Há um calceteiro, mas este não é dos que arranjam estradas, é dos que fazem calças, sim, eu fui ver ao dicionário e calceteiro também quer dizer aquele que faz calças. Há um calceteiro, dizia eu, que muito foi prejudicado pela invasão do pronto-a-vestir. Ainda houve quem lhe pedisse para fazer bainhas, mas, vocês já estão mesmo a adivinhar o que é que eu vou dizer, um calceteiro tem a sua dignidade. Para além de que lhe faziam urticária os tecidos de má qualidade, as pernas mal cosidas a dar de si e com fios pendurados, enfim, uma desgraça. Recusou embainhar tais horrores. Cruzava os braços e levantava a cabeça com um beiço sério, assim como o Mussolini, sempre que lhe entrava alguém com um monstro daqueles pela loja dentro. Não pensem que ele era fascista, lá por causa da comparação com o Mussolini. Eu é que pensei no psicopata assim que apareceram aqui os braços cruzados e a cabeça levantada com beiços sérios porque há um filme em que ele se põe assim depois de um discurso megalómano, aposto. Um filme da época em que o filmam mesmo a ele, é claro. Depois dos gestos de desprezo e desafio, os parecidos que o Mussolini faz deviam ser de outra coisa mas mesmo assim eram parecidos. Recomeçando, depois de fazer estes gestos de desprezo e desafio, e assim que o cliente saía porta fora amofinado, o calceteiro descruzava os braços e baixava a cabeça, com um desalento e uma descrença na humanidade que quase lhe corriam lágrimas cara abaixo. Ainda confiou na lealdade dos antigos clientes, mas foi traído. A sereia da rapidez e a atração pelo preço em conta levaram a melhor. Não me vou pôr aqui a falar de preços, não é tema que mereça. Mas de sereias, que tentam marinheiros e tornaram urgente a astúcia de Ulisses, já se pode dizer alguma coisa. Desde que breve e sem perder de vista o calceteiro. São metade mulheres, a parte de cima, e metade peixes, a parte de baixo. Cantam e é assim que enlouquecem os homens. Se há sereias que sejam mulheres na parte de baixo e peixes na parte cima, não sei, mas não vejo por que não há-de haver, tendo em conta que as pernas das mulheres são fascinantes. Pensem na Marlene Dietrich, que aliás também cantava. Parece que o nome dela era Maria Madalena, mas não se vai aqui falar de pecadoras. Nem sequer das arrependidas. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.