segunda-feira, 29 de maio de 2017

Piquenique

Ontem foi o piquenique dos expatriados portugueses aqui de Houston. Costuma haver dois por ano, um na Primavera e outro no Outono. Este teve um convidado muito especial porque o Armando Nascimento Rosa tem em exibição uma das suas peças aqui em Houston -- talvez tenham visto a notícia da Agência Lusa acerca da estreia -- e veio ao piquenique.

Como este fim-de-semana é prolongado devido ao Memorial Day, que se celebra hoje, muitas pessoas que costumam ir estavam ausentes, porque aproveitaram para viajar. Mesmo assim, havia mais de 20 adultos e muitas crianças pequenas. Surpreende-me ver pessoas de gerações anteriores à minha, mas há um contínuo de idades que sempre está presente. Para mim, estas alturas são bastante especiais porque, durante muitos anos, eu não conhecia ninguém português aqui com quem pudesse conviver; só depois de vir para Houston é que tive esse privilégio.

A comida costuma ser bastante tradicional e é uma altura em que me encho de admiração por toda a gente que cozinha tão bem os pratos tradicionais portugueses tão longe de Portugal. Havia vários pratos de bacalhau (eu fiz a meia-desfeita de bacalhau -- tive de estudar a receita porque não conhecia, mas achei um desafio giro), lombo de porco assado, salada fria de polvo (estava deliciosa!), bola de carne, etc. Não cheguei a provar tudo porque tive de guardar espaço para a sobremesa e tenho de vos dizer que me entusiasmei um bocado e esqueci-me de tirar uma foto para partilhar convosco.

A minha meia-desfeita de bacalhau, que foi servida numa taça da Bordallo Pinheiro
(tenho de comprar a ferramenta para fatiar ovos)


O prato com um sortido do que havia disponível
(sou um bocado desarrumada a servir-me)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.