domingo, 17 de maio de 2015

Pedaços

Ele diz que um pedaço
é melhor do que nada:
um pedaço de tempo,
um pedaço de riso,
as vozes entrelaçadas
num universo infinito.

No corpo uma ausência,
no corpo um pesar,
que brota e cresce
até se matar
com desejo e saliva,
com pedaços de amar.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.