quinta-feira, 1 de abril de 2021

Version 3.331

O grande acontecimento de hoje foi que levei a primeira dose da vacina contra Covid-19 da Pfizer. Para a levar fui a um sítio que normalmente é usado para inspecções de veículos, mas o Tennessee deixou de ter inspecções anuais de carros há vários anos; no entanto deve haver alguns que ainda têm de ter porque ainda está operacional, mas neste momento está dedicada às vacinas. Também já fizeram testes. 

Este local de vacinação é gerido pela cidade de Memphis e pareceu-me ser bem organizado. Fiz uma reserva na Internet para lá ir levar a vacina e, no dia antes da data, enviaram um lembrete para o email para não me esquecer de aparecer à hora combinada de hoje, que era às 15h. A página da cidade de Memphis com as instruções para as vacinas pode ser visualizada em várias línguas, inclusive português, espanhol, italiano, alemão, e russo. Para fazer a reserva mesmo, vamos para uma página no signupgenius.com.

Não é preciso sair do carro para levar a vacina. Chegamos à entrada e param-nos para ver se temos marcação; se sim, dão-nos um formulário para preencher e outra papelada e seguimos em frente para uma fila de carros. Enquanto esperamos que a fila ande, preenchemos a primeira página, que tem informação pessoal e algumas perguntas acerca da nossa saúde, se temos reações estranhas a vacinas ou outra coisa. se tivemos Covid, se fizemos certas terapias de Covid...

À frente desta fila estava uma pessoa que nos dizia para que porta devíamos seguir, havendo 6 portas possíveis. Eu fui para a porta 3. Depois vem outra pessoa recolher o formulário, que é a primeira folha do pacote que nos deram, e também voltar a fazer perguntas acerca da reação a vacinas. O resto dos papéis têm informação acerca do que devemos sentir após tomarmos a vacina e, inclusive, potenciais efeitos secundários mais graves.

Se tudo está bem, de acordo com as respostas que damos às perguntas, seguimos em frente. No local de levar a vacina, atendem dois carros por porta simultaneamente. Antes de levarmos a vacina, perguntam-nos em que braço queremos levar, dizem-nos a vacina que vamos levar, dão-nos um cartão que comprova que levámos a primeira dose, e pedem-nos para marcar a segunda dose após 21 dias.  

Quando nos dão a vacina, temos de esperar 5 minutos até nos deixarem sair, caso tenhamos uma reacção. Não houve reacção, logo mandaram seguir em frente e esperámos mais uns 10 minutos até nos deixarem sair de vez ainda para ver se temos reacção. Como já disse, pareceu-me tudo muito bem organizado e as pessoas foram simpáticas. Uma das raparigas que recolhia formulários tinha uma sweatshirt preta com letras brancas que dizia "Everybody vs. Covid-19". É o espírito da coisa resumido.

Estacionada perto estava uma ambulância caso alguém se sentisse mal. A observar toda a operação estavam pelo menos dois carros de polícia: um à entrada e outro à saída. 

Depois da vacina, senti algum enjoo e parecia-me que a cabeça ia começar a doer. Como tinha tomado um almoço muito ligeiro, decidi comer mais qualquer coisa e senti-me bastante melhor. Agora, sete horas após ter tomado a vacina, apenas sinto algumas dores no braço onde levei, mas nada diferente do que sinto quando levo a vacina da gripe. 



À esquerda os que esperavam para sair; 
à direita, a caminho da vacina
 
As instalações onde decorre a vacinação:
seis portas e cada porta atende dois carros simultaneamente

Foto parcial do formulário que temos de preencher


À espera de entrar na porta 3

As instalações da vacina vistas enquanto se espera 
na fila de saída

A fila de saída, onde se espera uns 10 minutos para ver se há reacção. 
À direita da árvore, vê-se uma ambulância estacionada para situações de emergência.
À frente da ambulância está um carro de polícia 



  

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.