segunda-feira, 24 de abril de 2017

O fim de uma história

A história é conhecida. A diferença ideológica entre esquerda e direita nasceu com a revolução francesa. Em 1795, o presidente da Convenção determinou que quem fosse a favor do direito de veto do rei se sentasse do lado direito e que quem fosse contra se sentasse do lado esquerdo. Esta distinção ideológica, nascida do acaso, estruturou a vida política nos últimos 200 anos. A política existe porque os homens são diferentes e necessitam de arranjar maneiras de coexistir e de se organizar no meio do caos das suas diferenças. Há muito que essas diferenças deixaram de caber na oposição binária esquerda-direita. Ontem, em França, este facto tornou-se mais evidente para muitos. E, se calhar, esta história tinha de acabar onde começou, em França.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.