terça-feira, 25 de abril de 2017

Walk the walk!

Desde há uns anos para cá, no 25 de Abril, vejo sempre pessoas a queixar-se de que não se devia comemorar o 25 de Abril, mas sim o 25 de Novembro porque foi aí que Portugal voltou a ser verdadeiramente livre. Alguns dizem a ditadura de Esquerda do PREC era muito pior do que a ditadura de Direita. Eu tenho alguma dificuldade com esta lógica porque comemorar o fim de uma coisa má que durou ano e meio e não comemorar o fim de uma coisa má que durou 48 anos parece-me um bocado ridículo. E depois falar comparativamente de ditaduras, cria a ideia que umas são preferíveis a outras, o que não é verdade: são todas más!

Tenho a impressão de que quem se queixa e tinha idade para isso, não fez nada de significativo para contribuir para o fim da ditadura de Esquerda ou da de Direita e vejo que muitas pessoas que criticam comemorar-se o 25 de Abril são também as que criticam que nos manifestemos contra o Trump porque este foi "democraticamente" eleito -- quantos ditadores foram democraticamente eleitos, já agora? E são também as que criticam a Geringonça, mas são incapazes de ir para a rua manifestar-se contra ela.

Eu sou uma grande comodista, mas tenho plena noção de que acima de tudo sou uma privilegiada: tudo o que tenho, alguém lutou para eu o ter, a começar pelas famosas liberdade de expressão e liberdade de me manifestar pacificamente. Por isso, sou perfeitamente capaz de ir para a rua manifestar-me. "If you talk the talk, you better walk the walk", como se diz aqui no meu burgo...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.