quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Marketing estranho

Apareceu na caixa de correio um novo catálogo da Victoria's Secret. É um catálogo de praia. Não percebi como é que a duas semanas do Natal me mandam um catálogo de fatos de banho. Eu sei que estão 27°C em Houston, mas eu trabalho; fiz férias no verão. A lógica económica disto também me parece esquisita. Porque é que a Victoria's Secret gastou tanto dinheiro no desfile das anjinhas descascadas esta semana, se depois me dizem para comprar fatos de banho e roupa desportiva? Não percebo... A não ser que me estejam a dizer que eu estou gorda e preciso de ir fazer jogging. Eu sei que comi bolas de Berlim a mais no Verão, mas já estou quase no meu peso. A sério! Assim que eu terminar de comer os chocolates do Halloween, isto vai ao sítio com amplo tempo para arrasar na próxima época de praia.

Também achei que o catálogo era mais adequado para quando eu andava na faculdade, do que para agora. Eu queria algo mais sexy e maduro. Coisas de algodão com palavrinhas estampadas são melhores quando se é jovem. A única coisa sexy que eu vi foi a modelo a fazer-me olhinhos de cama da página. A propósito, acho que é a Sara Sampaio. Eu não sou gay (ainda), mas sei perfeitamente que as mulheres das quais eu iria gostar, se fosse gay, não são gays. Logo prefiro homens daqueles que se parecem com homens, pelinhos e tudo. Ah e as mulheres dão muito trabalho...

Por falar em homens e em desejar homens, ocorreu-me que o marketing de lingerie está muito aquém do seu potencial. É óbvio que, em vez de esperar pelo dia de S. Valentim, as empresas que vendem lingerie deviam criar uma campanha de Natal especial. Por exemplo, podiam criar o "Natal do quarto". Seria uma coisa como "Depois do Natal da sala, celebre com o seu amor o Natal do quarto." E era aí que entravam as prendas de lingerie de renda e cetim, coisas interessantes de trocar e tocar a dois. Para o homens podia ser boxers de cetim e pijamas de botões. Eu adoro homens vestidos com pijamas de botões: é tão cheio de promessa desabotoar a camisa do pijama. Eu bem digo que nada é tão excitante como o que se passa na minha cabeça, nem sequer o marketing de lingerie!


Diz ela: "Rita, queres vir comigo à praia? *wink, wink*"


Parece-me que é a Sara Sampaio, mas não sei bem...

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Não faço ideia. Eu sou do tempo da Laetitia Casta e da Gisele Bündchen. Depois desliguei...

      Eliminar

Não são permitidos comentários anónimos.