segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Era assim, era...

Escreve o Jean-Michel Paul na Bloomberg, que há um brain drain na Espanha e que é má notícia para a UE em geral. Não percebo a preocupação do Jean-Michel. Em geral, a UE fica melhor porque os países do norte beneficiam mais do trabalho dos brainiacs do que os países do sul. A nível geral, também é verdade que a Europa tem pouco ou nenhum apreço pelos problemas nacionais dos países do sul.

Mas o brain drain está prestes a ser estancado. A imigração dos refugiados para a UE, muitos deles com boas qualificações e a aceitar salários muito mais baixos, vai estancar os brain drains do sul da Europa e depreciar os salários do norte. Esperemos que os países do sul estejam preparados para se adaptar às novas condições do mercado de trabalho, senão esperam-nos umas Primaveras Europeias...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.