segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Finanças da campanha...

A Bloomberg tem um artigo interessante acerca das doações dos bilionários às campanhas presidenciais de Clinton e Trump. Ela consegue atrair 20 vezes mais dinheiro do que ele neste grupo de pessoas. Deve ser a primeira vez que uma mulher esmaga um homem assim, numa campanha, entre bilionários.

Já nos "pobrezinhos", ela também ganha, pois tem mais doações individuais de menos de $200 do que ele -- é nesta área que a equipa do Obama é bastante hábil, o tal movimento "grassroots". Ela já angariou um total de $526 milhões; enquanto que ele tem um total de $182,1 milhões. O próprio Trump já contribuiu cerca de $54 milhões do seu próprio dinheiro, logo, quase 30%; no entanto, durante a campanha, os negócios de Trump têm beneficiado alguma coisa, pois ele arrenda as suas propriedades para alguns dos eventos e aluga o seu avião, tendo já recebido $8,2 milhões assim.

Ninguém sabe muito bem quanto vale Donald Trump: ele diz $10 mil milhões (biliões curtos, nos EUA); a Forbes diz que é mais $4,5 mil milhões e, mesmo assim, não há certeza. Como ele não revela nada das finanças privadas, não dá para saber; mas depois das eleições, quando for preciso pagar as contas, saberemos melhor. Em 2008, a campanha de Hillary Clinton acumulou uma dívida de $25,2 milhões, sendo $13,2 milhões desse dinheiro devido a ela própria. Demorou quatro anos para Clinton pagar a dívida dessa campanha, tendo de recorrer a parte das suas poupanças.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.