quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

O flirt francês...

Four easy principles which I swear to you work. Walk in like you own the place, pout, look straight at your new-found prey, look away, pout, look again, look away, pout, insert sensual movement here, get accosted, smile, throw a witty comment, done. These elements put together are the most powerful of weapons, they don’t stand a chance. Practice lots, comment back, and enjoy every minute of Le French Flirt!

~ Cecile Charlot, aqui

Algumas francesas falam inglês com um sotaque que derrete os americanos. Quando eu trabalhava no Gabinete de Relações Internacionais durante o meu programa de intercâmbio, tinha uma colega francesa, chamada Caroline. Era uma louraça, toda bem parecida, com um sotaque pronunciado, cheio de rrrrrs, como se ela estivesse prestes a rasgar a roupa de alguém. Havia homens que telefonavam para lá só para a ouvir atender o telefone "Office of International Programs, how may I help you?" Coitados dos homens -- precisavam tanto de ajuda, estavam tão desamparados...

Não julguem que tenho inveja das francesas, aquilo parecia ser muito trabalho para ela, ter de aturar tanto homem embasbacado. Eu, por outro lado, também tinha a minha quota parte fora do escritório, mas eram seduzidos de outras formas, até porque tenho um sotaque quase imperceptível, as pessoas pensam que eu sou de algures nos EUA, mas não sabem bem de onde. Para além disso, eu detestava atender o telefone porque era muito tímida -- agora sou uma tímida funcional -- e preferia ir para a sala das traseiras arquivar a papelada. Era muito mais relaxante, só é pena naquela altura não haver iPods porque seria melhor ainda, se eu pudesse ouvir a Enya.

Bem, falava eu nas francesas... Como está quase no dia de S. Valentim, temos de falar na arte da sedução e nisso, os franceses, que inventaram o perfume para não se afugentarem uns aos outros, são os craques. Entra a minha amiga Cecile, que mais francesa do que ela não há, e ela é, obviamente, toda sexy. A Cecile anda a tentar educar as mulheres, especialmente as americanas, a serem mais sexy -- a página dela no Facebook chama-se "Excuse my Sexy" -- e escreveu um post sobre como as francesas caçam homens. Eu li, mas achei muito trabalho -- ainda!

No entanto, para enriquecimento cultural, julgo que vocês, mulheres portuguesas, deviam ter noção da competição. E entretenham-se a praticar a arte da caça portuguesa e francesa, mas não se esqueçam que gajos que saibam discutir a ortogonalidade nos teoremas de Pitágoras e de Gauss-Markov ou figuras de estilo não vos interessam muito por enquanto. Depois aviso-vos quando o caminho estiver livre.

Ah, e a Cecile tem um podcast sobre sexo também, está na página principal, lá pelo meio...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.