terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Substituição na equipa azul: sai Burke, entra Robespierre

Como explicou nesta casa o meu honrado e sábio companheiro André Lamas Leite, "a direita portuguesa tem agora uma janela de oportunidade para se repensar e para decidir se pretende manter-se na deriva neoliberal cujos resultados estão à vista, ou se regressa à matriz democrata-cristã e até social-democrata, entendida esta como mais próxima do ideário nórdico."
Fico feliz quando me explicam as coisas assim, sem mas nem meios mas. Se quer voltar a ser merecedora de respeito e honorabilidade, a direita portuguesa tem de pensar em voltar aos únicos trilhos moralmente decentes, sejam os da social-democracia nórdica ou, Deus lhes valha, o da extinta democracia-cristã. Presume-se assim que a infâmia cairá sobre as vidas desta gente, tenham eles o ensejo de persistir nessa enorme imbecilidade que é ser de direita sem ter uma matriz de esquerda.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.