sábado, 26 de dezembro de 2015

Sincretismo poético

E como ficou chato ser de esquerda
Agora verei a perda.
(António Costa Drummond de Andrade)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.