quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Dia 9

O Fresh Air de hoje foi sobre Spiro Agnew, o primeiro Vice-Presidente de Richard Nixon que estava envolvido numa teia de subornos e evasão fiscal. Apesar de ter cometido vários crimes, apenas foi acusado de um, que não contestou -- evasão fiscal. Esta leniência por parte da acusação foi negociada com a contrapartida de ele se demitir. Dado que naquela altura já se sabia que Nixon poderia ser impedido de ser Presidente, era importante que Agnew não estivesse no lugar de Vice-Presidente para assim não ascender à Presidência.

O caso, que se deu há 45 anos, levou-me a pensar no que se dirá acerca dos dias de hoje daqui a 45 anos. Fiquei também com a impressão de que há 45 anos o partido Republicano era muito mal frequentado, à semelhança de agora. Nada nos leva a crer que a situação melhore num futuro próximo.

Nos pulos breves que dei ao Facebook vi que o governo quer acabar com as propinas da universidade em Portugal, o que me fez recordar a época em que as propinas foram aumentadas nos anos 90. Um dos meus colegas da universidade -- ele era de outra faculdade -- era filho de um empresário, vestia roupa de marca, e só usava perfume Azzaro, que era bastante caro na altura. Quando as propinas foram aumentadas, foi aos serviços sociais pedir isenção porque o pai não tinha rendimentos suficientes.

Fiquei um bocado confusa quanto à estratégia de educação, pois há umas semanas atrasaram as bolsas dos estudantes mais carenciados do secundário. Antes tinham decidido dar manuais grátis, mas como não havia dinheiro para comprar tudo, muitos alunos não tinham por onde estudar. Agora abrem os cordões à bolsa, apesar de não terem dinheiro. O Mário Centeno no Governo Sombra dizia que as cativações não eram cativações porque aquele dinheiro não existia, logo não se podia cortar algo inexistente -- aparentemente, a sua inclusão no orçamento não sofre de problemas existênciais.

Ao final da tarde pensei em não ir à aula de yoga, mas depois achei que era mau faltar à primeira aula do ano. Fui e gostei muito. Uma das professoras disse-me que a minha postura tinha melhorado imenso desde que recomecei há menos de 6 meses, o que me fez feliz. Um dos meus objectivos das próximas semanas é encontrar o meu diário de yoga, que ainda está empacotado desde que saí de Houston. Como existe, foi cativado...




Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.