sexta-feira, 12 de março de 2021

Version 3.311

Fui jantar fora hoje, coisa que já não fazia desde Setembro do ano passado, altura em que fui fazer férias a Oklahoma--bem sei, foram férias mixurucas, mas o furacão assim o exigiu e, depois, tive oportunidade de ir jantar a OKC com uma amiga minha que trabalha para o FBI. Pois, pois, conheço gente em todo o lado...

O meu jantar esta noite foi no Coastal Fish Company, que fica no Shelby Farms e escolhemos reservar no pátio. A recepcionista do restaurante tirou-nos a temperatura e perguntou-nos se tínhamos estado em contacto com alguém  que tivesse testado positivo por causa do coronavirus. Não, respondemos, e ela introduziu os dados no computador. Deu-nos indicação para termos máscara dentro do restaurante, excepto para comer e beber, mas no pátio podíamos estar sem, e levou-nos à nossa mesa. 

Os empregados estavam todos de máscara e muitos hóspedes também, mas de resto pareceu tudo normal. A Administração Biden disse que o objectivo era ter tudo controlado até o 4 de Julho, que é um feriado em que muitos americanos se reúnem com amigos e família. E a partir de 1 de Maio, as vacinas deverão estar abertas a todos os adultos.

No todo, parece-me que as coisas estão a correr bem, na medida do possível. Acho que aprendemos a conviver com o virus, o país está a funcionar. Bem sei que havia umas almas que achavam que os EUA não tinham feito nada de jeito quando o Trump era presidente, mas não é bem assim:

Andy Slavitt, a senior adviser to the White House's Covid team, on Thursday credited the Trump administration’s Operation Warp Speed for spurring the development of a Covid vaccine at an unprecedented pace.

Claro que a questão fulcral é que os americanos estão a funcionar apesar do Trump, mas os europeus, que não tiveram Trump nenhum, estão fartos de tropeçar em problemas. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.