terça-feira, 1 de novembro de 2016

Dominique Wolton

Pode ler-se no Público de hoje (aqui uma entrevista a Dominique Wolton, que está em Portugal como participante do Fórum do Futuro, uma iniciativa da Câmara Municipal do Porto. Dominique Wolton é director de investigação no CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique) e na sua longa carreira tem dedicado particular atenção aos problemas da comunicação, sendo particularmente crítico em relação à informação dispensada pela pela Internet.

Há uns bons quinze anos, um amigo francês ofereceu-me um curioso livro intitulado Internet. Petit manuel de survie, edição da Flammarion (ano 2000). O livro é uma longa entrevista a Dominique Wolton feita por Olivier Jay, um jornalista económico. A sua leitura fez-me pensar e de algum modo ter-me-á influenciado para o futuro. A grande preocupação de DW era a velocidade a que a Internet se expandia (há dezasseis anos!) e o que isso poderia provocar, de bom e de mau, nas sociedades. Obviamente informação não é conhecimento – reconhecer isso é fundamental para a educação. Uma das frases que tenho sublinhadas no livro alerta para o perigo: “Em ciências sociais a diferença entre opinião e conhecimento não é facilmente perceptível”.

Na próxima sexta-feira Dominique Wolton estará em Lisboa e fará uma conferência subordinada ao tema “O impacto das redes sociais na comunicação”, no ISEG. Tenciono ir.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.