domingo, 27 de novembro de 2016

irRITAção

Quando discordo de alguém, de vez em quando, as pessoas perdem a paciência. Nessa altura, os argumentos para me desarmar descem à parvalheira: estou na altura difícil do mês, tenho falta de sexo, sou frígida, mal-educada, arrogante, estúpida... Cheguei à conclusão de que a menopausa será bem-vinda porque já não me poderão dizer que estou com o período.

Em primeiro lugar, não ando irritada, nem zangada. O meu estado de espírito é um misto de tristeza e frustração. O meu cão Alfred morreu no Domingo antes das eleições e apanhou-me completamente de surpresa, tão de surpresa que ainda nem consegui processar completamente o que é perdê-lo.

Depois do Trump ganhar, apanhei com muitos "Aguenta", "Cala-te", "Aprende", etc. Decidi criar a Rita Trumpista e tratar os Trumpistas -- ou será Trumpetas? -- da mesma forma que o Trump trata os oponentes. No entanto, o mesmo pessoal que acha que Donald Trump é melhor do que pão fatiado, acha a Rita Trumpista intragável. Ah, percebem porque não gosto do homem? É completamente intragável.

Aligeirando as coisas, notem que a minha canção preferida dos Stones não é "I can't get no satisfaction"; é "Start me up": If you start me up, I'll never stop! You make a grown man cry... Mas o que eu estou a ouvir agora é a Sophie B. Hawkins. Ando no meu período revivalista. Ah, pois, a culpa é do período!


Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.