domingo, 28 de fevereiro de 2021

Version 2.299

A raça humana é muito violenta, não interessa a cor da pele. Hoje li o relato de um homem na Etiópia que teve de enterrar corpos de crianças e adultos, mortos por militares durante um festival religioso que acabou por se tornar num masacre. Deve ser assim há séculos, deve ter sido sempre assim. 

Também sigo a conta no Instagram de uma rapariga de Mianmar, que costuma colocar posts privados sobre o golpe militar que ocorreu recentemente, com a polícia a atacar os cidadãos. A comunicação social do país está ao serviço dos militares, que também controlam a Internet. O Embaixador de Mianmar nas Nações Unidas foi afastado, depois de ter feito um discurso em nome do povo de Mianmar a pedir ajuda à comunidade internacional. Mesmo o governo anterior, apesar de democrático, não era perfeito e também atacou os muçulmanos rohingya.

Tudo isto acontece com um português à frente das Nações Unidas. O Guterres quer ser reeleito e os portugueses acham que vai ser a esperança da humanidade, mas o mundo não ficou melhor nos últimos quatro anos. Que mais catástrofes irão acontecer? 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.