quinta-feira, 19 de março de 2015

A minha homenagem ao pai desconhecido

Caros leitores (machos)
Alguns de vocês andaram por aí a espalhar a vossa semente em vasos de outros jardins. Dessa lavra, é natural que tenham crescido flores de que não vos tenham dado conhecimento, sendo o crédito atribuído a outro jardineiro.
Em nome da vossa descendência desconhecida, desejo-vos um bom dia do pai.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.