domingo, 15 de março de 2015

É a retórica...

It is on opinion only that all government is founded.”
David Hume

Quando David Hume escreveu esta frase em meados do século XVIII, o seu significado era bastante claro para os espíritos da época. Hume referia-se à tendência da sociedade para, espontânea e naturalmente, criar consensos, estabelecer normas, ou criar novas normas, social e legalmente sancionadas por todos. A opinião é aqui entendida como o sentimento favorável do povo à autoridade estabelecida, o reconhecimento, geral, da necessidade da sua existência, de forma a garantir a segurança e a tranquilidade da sociedade.
Mas hoje a frase de Hume convida a mal-entendidos. Na era das sondagens (foram introduzidas nos anos 1930 por Gallup), muitos entenderão a frase como um sinal de que os políticos bem-sucedidos são os que agem sempre de acordo com as opiniões apuradas pelas sondagens.
A relação dos grandes líderes políticos com as sondagens é de outra natureza. Na verdade, os políticos bem-sucedidos nunca precisaram de sondagens para saber avaliar o sentido da opinião pública. Um grande estadista é um perito inato em opinião pública – é uma coisa instintiva, ou se tem ou não se tem.
Se todos os políticos bem-sucedidos percebem ou pressentem o sentir de um povo, isso não significa que o sigam servilmente. Por dois motivos. Primeiro, a opinião do povo (ou a opinião da maioria, se quiserem) nem sempre é a mais sábia, como a história sobejamente demonstra. Segundo, uma das características de um grande estadista é a convicção de que será sempre capaz de ultrapassar uma opinião pública adversa; de que, tarde ou cedo, com uma perseverança convincente, escolhendo o momento certo, é possível inverter a maré e conquistar a maioria. Numa palavra, um grande líder político é aquele que sabe usar todos os instrumentos a que na Antiguidade se chamava retórica.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.