segunda-feira, 6 de julho de 2015

A nódoa do acordo ortográfico

A semana passada queixei-me à minha mãe do pouco talento que tenho para tratar da roupa. Contei-lhe que estragara a minha toalha comprida, a que punha sempre nos jantares que dou cá em casa, ao misturá-la com uma peça azul que desbotou. Pois hoje, para minha surpresa, recebi uma encomenda: uma toalha nova! Possivelmente como campanha a favor dos produtos regionais, a minha mãe escolheu-me um padrão baseado nos lenços dos namorados. Adorei-a, mas pus-me a antecipar as explicações que os meus amigos estrangeiros vão pedir. E, então, ocorreu-me que um novo acordo ortográfico que venha confirmar a primazia da oralidade lhe vai retirar boa parte do casticismo que agora tem e estragá-la. Qual nódoa.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos.